terça-feira, 10 de março de 2009

Colhogar, cor do lar

“Clara, 28 anos, o seu namorado acaba de deixá-la, pela 5ª vez...”

Não, isto não é ficção! É realidade! Ou pelo menos é o que dizem os senhores da Colhogar naquele anúncio em que a Clara está sentada na casinha de banho, vestida com um vestido de noiva feito de papel higiénico. Tão fofinhooooo!

Até aqui tudo bem, até porque bem vistas as coisas, depois de acabar com o 5º namorado aos 28 anos, a Clara está literalmente na merda portanto o anúncio até está bem conseguido!
A parte que não me convence é aquela em que a Clara está super feliz, muito sorridente e a soprar tirinhas do vestido de papel higiénico fofinho para o ar.
Helloooo?! Tens 28 anos e estás outra vez sem namoradoooo?! Pela 5ª vez?!

Esta foi a minha reação quando vi o anúncio pela primeira vez. Mas depois instalou-se a dúvida: então e se isto for muito mais que um simples anúncio a um papel higiénico fofinho? E se isto é mesmo assim na vida real? E porque raio as mulheres com gato acabam tantas vezes?!

A pergunta é meramente retórica. Acho que nem vocês sabem a resposta, pelo menos a julgar pela sondagem do mês de Fevereiro quando à pergunta Porque razão as mulheres com gato fartam-se dos homens com cão, a esmagadora maioria respondeu Essa questao devia ser colocada aos homens.

(A este propósito, já está disponível nova sondagem no rodapé da 1ª página do Blog)


Não existem dados científicos que sustentem a minha teoria, mas, duma forma geral, acho que é correcto dizer-se que as mulheres com gato têm uma predisposição maior a despachar os homens, e os respectivos cães, como se não houvesse amanhã!


Neste momento vários homens com cão pararam de ler o post, e pelo sim pelo não estão a escrever no telemóvel:
olá fofinha.. estava a pensar em ti e fiquei com saudades.. beijinhos grandes!

...

4 em cada 10 homens com cão já não foram a tempo... Pooooooois é!

A verdade é que as mulheres com gato têm um medo de morte da rejeição.
Dê por onde der não podem nunca correr o risco de ficarem por baixo quando uma relação termina, por isso mesmo preferem ser elas a acabar tudo antes que tudo o resto acabe com elas.

Pode parecer um contrasenso mas é uma verdade insofismável. As mulheres com gato têm de acabar primeiro! Mesmo que depois isso leve a uma realidade ainda mais difícil de suportar: a solidão.
Pouco importa. Acabar primeiro é salvar os dedos quando os aneis estão perdidos, e para as mulheres com gato é essa a diferença que separa a eterna coitadinha, sempre preterida pelos homens, da grande mulher que apenas tem muito azar na vida. E esta, acreditem, é uma daquelas coisas que faz toda a diferença num grupo de amigas.

A coitadinha, ao contrário da grande mulher, não pode opinar sobre os homens com cão, afinal ela é um desastre à espera de acontecer e aos 28 anos já conta com 5 relações sérias completamente frustradas.
Do lado oposto está a grande mulher, que aos 28 anos já despachou 5 idiotas que não eram suficientemente bons para ela.
A quem é que vocês pediam conselhos? Ooooooora aí está!

Se é para acabar acaba-se já e não há mais conversas!
Este é normalmente o último pensamento das mulheres com gato antes de passarem à acção. Segue-se uma visita à Decathlon e ao final do dia lá está o belo par de patins à porta de casa.

Neste momento vários homens com cão pararam de ler o post, e pelo sim pelo não atiraram-se da janela do 2º andar do prédio.

Perceber o que vai na cabeça duma mulher com gato é quase tão difícil como encontrar uma relação de mera casualidade entre a nomeação dum qualquer ex-ministro do PS, para um cargo executivo duma qualquer empresa pública.

Aqui a solução não passa por perceber as mulheres como um todo, mas sim tentar perceber pelo menos uma pequena parte. Pelo menos aquela parte que faz a gestão das relações!

Normalmente as mulheres com gato despacham os homens com cão depois de terem aquele feeling de que eles simplesmente se estão a borrifar para elas. Por isso é que no parágrafo acima 4 das 10 mensagens fofinhas enviadas não surtiram qualquer efeito, porque em boa verdade eles já se estavam a borrifar há algum tempo a esta parte.

Para nós, homens com cão, parece quase um absurdo pensar que um mero feeling pode estar na base duma decisão tão radical, mas de facto está! As mulheres com gato chamam a isso o 6º sentido, e é uma arma poderosa que ajuda a clarificar ideias em caso de dúvidas.


E dúvidas é o que há mais depois do 6º sentido ter captado o tal feeling que antecede os patins. Dúvidas como será que ele ainda gosta de mim? ou piores ainda como será que ele tem outra?. Esta é uma dúvida particularmente nefasta que rapidamente evolui para o ele tem outra!, ou seja, uma afirmação que deixou de ser uma dúvida...

Paaaaaatiiiinnnnnnnnsss!

Voltando à prevenção, o importante é antecipar o feeling e enviar a tal mensagem fofinha quando ainda vamos a tempo, quando ainda faz a diferença.

A solução parece simples mas na verdade nunca é, porque neste caso um outro problema se levanta, este ainda mais complexo e que tem a ver com a natureza comodista dos homens com cão.

A verdade é que nós intalamo-nos nas relações! Acomodamo-nos de tal forma à situação que passados 2 meses estamos prontos para conquistar metade do roupeiro à nossa namorada, na sua própria casa! Isto já para não falar do lavatório cheio de pêlos da barba e do tampo da sanita constantemente levantado!

Os homens são e sempre foram excelentes caçadores. Desde os primórdios com o homo erectus há 1,5 milhões de anos atrás.
Proactivos, inteligentes e imaginativos fomos aprimorando as nossas técnicas de caça, e se na altura faziamos armadilhas para apanhar mamutes, nos tempos que correm surpreendemos as mulheres com gato com fins-de-semana em spas, massagens, e jantares cozinhados por nós apenas de avental e com umas shorts da Hugo Boss.

Mas ultrapassada a fase da caça, mostramo-nos incapazes de contrariar a nossa herança cultural e num ápice voltamos ao tempo das cavernas, instalados no sofá de pernas esticadas em cima da mesa de centro, a arrotar como se não houvesse amanhã, e a palitar os dentes com as unhas enquanto vemos a bola e bebemos bejecas com os amigos.

Chegados a esta fase podemos ter a nossa mulher com gato vestindo apenas um conjunto extremamente justo da Miss Kitty à nossa frente, que a única coisa que vamos conseguir articular é querida, traz-me outra cerveja.

(Só para que conste da acta, eu desligava logo a televisão! A menos que fosse o jogo do título e tendo em conta que o Benfica já não ganha há muitos anos, acho que é legítimo dizer-se que há coisas mais importantes na vida durante 90 minutos!)


Depois de tudo isto, e já com o par de patins à porta, sentimos o nosso orgulho ferido de morte quando percebemos que afinal ela acabou tudo porque teve um feeling!

Anos mais tarde percebemos enfim que esse feeling surgiu depois de muitas dúvidas, que por sua vez surgiram depois dos pés em cima da mesa de centro, do palitar dos dentes com as unhas, dos arrotos, dos jogos da bola, do tampo da sanita levantado, dos pêlos no lavatório, da roupa espalhada pela casa, da playstation, das bejecas com os amigos, e antes dos patins. Esse feeling.

Afinal os senhores da Colhogar é que sabem. Mas só se enganaram numa coisa. O anúncio devia dizer:

“Clara, 28 anos, acabou de terminar tudo com o seu 5º namorado”.

5 comentários:

  1. lol
    Acabei de ver a pub mas com o: "Roberto, 39 anos. Esta farto da sogra!"
    Afinal os homens tb precisam de momentos Colhogar ehehehe

    Obrigada Peter, afinal ja descobri a razao: o feeling, o 6º sentido...e eu a pensar k era puro mau feitio :D txi txi txi

    Hoje durmo mt melhor...! :P

    Mas sempre ouvi dizer, antes despachar, k ser despachado :D

    ResponderEliminar
  2. Pelo o que me parece, estamos perante um homem com cão com muitos medos...

    ResponderEliminar
  3. Resposta a Princess:
    Não te iludas, pode muito bem ser mau feitio no teu caso hihihihihih :D

    Resposta a Anónimo(a):
    Lá diz a proverbial sabedoria popular, quem tem medo compra um cão lol :D

    obrigado

    ResponderEliminar
  4. Devo dizer que o comentario anonimo foi de longe o mais sensato que alguma vez li aqui.
    Concordo em genero e numero ou seja Pedro compra um cão rapidamente :)
    Célia N

    ResponderEliminar
  5. Sara (simplesmenteu)23 de março de 2009 às 19:29

    Bem nos somos complicadas, nos somos dificeis, nos por vezes nao facilitamos muito as relacoes, assim como voces homens. No fundo apesar de voces homens se acharem muito simples nao o sao, por isso e que as relacoes sao complicadas. Mas ha duas coisas que nao devemos esquecer, juntos, homem mulher tornam.se num unico ser perfeito a nivel fisico :D. E a vida nao pode ser so cor de rosa ha que dificultar para tornar tudo mais apreciado e vivido duma forma mais intensa. To diferentes mas tao dependentes um do outro

    Beijoca

    ResponderEliminar