quarta-feira, 3 de junho de 2009

A Manela os Hamburgers e a Felicidade



O mês de Junho começou com temperaturas superiores a 30º em quase todo o país. As praias encheram pela primeira vez ao fim-de-semana, e a primeira Segunda-Feira do mês marcou a abertura oficial da nova época balnear.

O verão chegou, e a menos que tenha uma praia só para si algures nas caraíbas, vai mesmo ter de mostrar essa barriguita aos amigos, aos vizinhos, aos amigos dos vizinhos, e a toda a gente que vai dividir consigo as praias de norte a sul do país até meados de Setembro.

Claro que você já sabia disto algum tempo a esta parte, e por isso mesmo tem cumprido à risca aquela dieta que encontrou na Happy ou na Máxima na edição de Abril.

Ergh... Ouuuu não!

Independentemente de ter ou não cumprido à risca o seu plano alimentar, uma coisa é quase certa como o destino, nesta altura do ano 8 em cada 10 mulheres estão oficialmente de dieta, e dessas 8 seis só vão voltar ao supermercado lá para meados de Setembro.

E se não sabe fica a saber. Se está de dieta ou simplesmente deixou de comer então prepare-se para 3 meses e meio de mau-humor, impaciência, hipersensibilidade a homens com cão um pouco parvos, irritabilidade, neura, crises de ansiedade, depressão e – o pior de tudo – muito menos orgasmos, ou simplesmente sexo do pior que há!

Chama-se Food&Mood e é o último grito na Europa no que diz respeito a nutrição.

Como tudo aquilo que é o último grito em qualquer coisa na Europa, também na nutrição as novidades demoram um pouquinho mais a chegar ao nosso quintal à beira-mar plantado, e talvez por isso o conceito não lhe seja ainda de todo familiar.

Há muito que a comunidade científica investiga o impacto da alimentação nas nossas mudanças de humor, mas só recentemente esta ideia ganhou força após um esforço comum entre o MIT – Istituto de Tecnologia de Massachusetts - e a Universidade de Yale nos Estados Unidos, e o Food&Mood Institute na Grã-Bretanha.

A ideia principal assenta num único pressuposto simples: a produção de neurotransmissores no cérebro está directamente relacionada com a nossa alimentação.

Os neurotransmissores são substâncias químicas responsáveis pela comunicação entre as células cerebrais, algo de muito raro e precioso entre as loiras (ok, este foi um golpe muito baixo e não subscrevo, apesar de ter tido a sua piada!).

Existem 3 neurotransmissores associados a este processo: a serotonina, a noradrenalina e a dopamina. Acredito que isto seja chinês para si, mas e se lhe disser que estas substâncias são fundamentais para regularem o seu humor, e fundamentais sobretudo para atingir um orgasmo pleno e intenso?

Pois, é melhor continuar a ler então...

Qualquer uma destas substâncias tem um elemento percursor, ou seja, uma espécie de motor de arranque que estimula a produção destes neurotransmissores no cérebro.

No caso da serotonina o elemento percursor é o triptofano. Não confundir com o Trifene 200.

No caso da dopamina e noradrenalina, o catalisador é um aminoácido chamado tirosina.

Fique desde já a saber que se a sua dieta exclui ervilhas, feijões, carne, peixe, ovos, leite e derivados como o queijo e os iogurtes, então a probabilidade de encontrar triptofano e tirosina no seu cérebro é igual à probabilidade dum muçulmano comer uns belos rojões de porco com açorda durante o ramadão.

E sem triptofano não há serotonina. Ora, os níveis baixos de serotonina estão associados a tristeza, solidão e sintomas depressivos. Não é à toa que a maior parte dos antidepressivos actuam estimulando precisamente a produção de serotonina duma forma artificial.

A falta de tirosina por seu lado leva à não produção de dopamina e noradrenalina, dois neurotransmissores fundamentais que controlam a líbido e os estímulos emocionais.

A cocaína por exemplo mimetiza o funcionamento da dopamina no cérebro, e é por isso que o consumo de cocaína leva a uma vontade incontrolável de fazer amor com “F” grande.

Nota mental #1: em vez de gastar dinheiro em coca mande vir uma bela feijoada carregadinha de xixa, e uma fatia de pudim flan à sobremesa. Fica mais barato e o resultado é praticamente o mesmo.

Se ainda assim preferir a saladinha, depois não venha dizer que não atinge o orgasmo por culpa do seu marido/junto/namorado/amigo colorido/whatever. Baaah!

Mas a Food&Mood não se fica pelos neurotransmissores.

Se já não se lembra do sabor do pão, das massas, da batata e do arroz então você está de parabéns! Conseguiu acabar com o seu stock de carbohidratos!

Uma alimentação rica em carbohidratos provoca um aumento considerável de insulina no organismo. A insulina consegue captar muitos dos aminoácidos que concorrem com o triptofano no cérebro, ou seja, menos aminoácidos concorrentes significa mais espaço para produção de triptofano, mais serotonina e mais antidepressivos naturais.

Além do mais os carbohidratos são o alimento natural do tecido muscular. Se para lá da sua dieta não vou comer nada até ao Outono, costuma ir para o ginásio praticar fitness selvagem, então fique sabendo que o esforço exigido ao seu corpo está a ser pago com juros altíssimos, à custa do seu tecido muscular.

Você não está a queimar matéria gorda mas sim tecido muscular que a vai deixar mais fragilizada, mais fatigada, menos resistente e cada vez mais perto da anorexia. Uma vez mais é na cama que vai pagae a factura mais alta, e nesta altura o orgasmo parece-se cada vez mais com a terra-prometida.

Nota mental #2: peça um esparguete à bolonhesa e limpe o prato com o pão quando não estiver ninguém a ver (eu sobretudo!), e depois para sobremesa ataque o arroz doce como se não houvesse amanhã!

Uma das coisas que eu menos suportava na minha mulher era o mau feitio ao acordar.

Mas não era um mau feitiozinho qualquer. Era... Bom, imaginem uma crise de fúria do Kim Dae-Jung. Era pior...

A Food&Mood tem obviamente uma explicação para isto: chama-se um café e um cigarro ao pequeno-almoço.

O nosso cérebro está constantemente a trabalhar, e por isso consome quantidades astronómicas de glicose (açucares), excepção feita talvez às vocês-sabem-de-quem-eu-estou-a-falaaaar. E esse consumo é constante, mesmo enquanto dormimos.

Quando acordamos sentimos necessidade de repôr os níveis de açucar, daí a necessidade dum bom pequeno-almoço.

O café e o cigarro não deixa de ser uma opção interessante, mas provoca hipoglicémia, uma ameaça séria ao funcionamento cerebral e responsável por crises de ansiedade, irritação e intolerância a qualquer tipo de homens com cão logo pela manhã.

Nota mental #3: salve o seu casamento e em vez do cigarro e do café peça um croissant com doce-de-ovos e beba um leite com chocolate. Dexe o café para depois e fume o cigarro no carro, de preferência com os vidros abertos.

A Food&Mood também não esqueceu as vitaminas.

A B6 está presente nas bananas e no milho e são excelentes para potenciar a acção dos carbohidratos, as tais massas e o pão que por acaso você não está a comer :

A B12 é fundamental para reverter quadros depressivos e pode ser encontrada na carne vermelha e nos mariscos.

A B1 é essencial na síntese de neurotransmisores, além de ajudar na conversão da glicose em energia. Os muçulmanos não devem ter muito disto porque a vitamina B1 é mais frequentemente encontrada na carne de porco e no caju.

Bróculos, tomate e cogumelos garantem ácido fólico ao organismo, uma vitamina vital para a regulação do humor uma vez que interage com a serotonina e a noradrenalina.

Dito isto – e muito mais ficou por dizer -, se ainda não está convencida a abandonar a sua dieta franciscana, lembre-se ao menos de que a maior factura vai ser paga na horizontal (ou na vertical, ou em qualquer posição já agora).

O desejo sexual nos homens com cão e nas mulheres com gato é no fundo como uma micose, está sempre lá mas tem de ser activado.

A dopamina é uma autêntica droga do amor natural, e está associada à euforia e à excitação.
É activada pelo tacto e pela visão e actua directamente na líbido. Quando existe em quantidades consideráveis no cérebro da mulher com gato, o mais pequeno impulso correspondido pode desencadear uma série de acontecimentos que muito provavelmente poderão acabar com um autêntico terramoto, ou como dizem os franceses um petit-morts, o momento em que você apaga quando se está a vir.

É assim bommmm! Aposto que nesta altura está a caminho do supermecado para abastecer-se de leguminosas, carne, peixe, ovos, leite e derivados.

A sabedoria popular sempre foi boa conselheira, e não deve ser à toa que por aí se diz à boca cheia que as mais roliças são as melhores.

Sempre ouvi o meu avô dizer por detrás duma má moita pode sair um bom coelho, e se decididamente quer ser o tal “bom coelho” então acabe com a dieta “happy” e vá comer um Big Mac.

Já agora, e para os homens com cão mais distraídos, e habituados que estão ao funcionamento imediato das hormonas masculinas, nas mulheres com gato esse processo depende dum quadro de estímulos completamente diferente, mais emotivo e envolvente.

Salvaguardando as devidas proporções, você – homem com cão – tem nas suas mãos o Space Shuttle Columbia, rápido, poderoso e explosivo.

Do outro lado está a mulher com gato num elegante, romântico e quase irritante balão de ar quente. A natureza quis assim. Lembre-se, a dopamina e a serotonina nas mulheres com gato chega devagarinho mas quando chega é em quantidades industriais.

A minha sugestão: trate de arrefecer os motores enquanto não começa a ouvir a Manuela Bravo a cantar o sobe sobe balão sobe.
Depois o céu é o limite.

14 comentários:

  1. Parece-me a mim que me aguardam 3 meses como tu dizes de mau humor, irritabilidade etc.
    Ontém fui as compras e descobri que afinal já não estou a vestir o "tal" numero.
    Traduzindo a minha dieta começa HOJE :).

    ResponderEliminar
  2. Bolas....ainda bem que não faço dieta...a barriguinha é minha e mninguém me dá outra...portanto, viva a bela feijoada!!!!

    Cristina

    ResponderEliminar
  3. Se bem me lembro, quem cantava o sobe, sobe, balão sobe, era a Manuela Bravo...
    Bem, mas falando do que interessa, eu aqui, comilona me confesso! Mas atenção, não como só por comer, nem como tudo o que me dão...;)Adoro o prazer que se pode tirar de um boa refeição. Mas também sei que pago a factura disso, acumulando aqui o belo do pneuzinho, que me torna muito menos atractiva aos olhos do sexo oposto....sim, porque, esta conversa é toda muito bonita, mas na hora da decisão, é a magra que leva homem para casa!
    Portanto, não me parece que esta dieta vá ter grande sucesso....eu, por mim, posso dizer que já a pratico!!!:)

    ResponderEliminar
  4. dietas????
    bem... sou do grupo das 2 para chegar ao 10!
    olha Pedro, sempre actual e cheio de humor. quase diria um "humor científico" pela quantidade de informação que aqui colocas, ainda que brincando com algumas coisas.
    grave, grave, é não se saber o que se come, nem se esforçar!
    o nosso corpo é um templo, e diz-nos tudo o que precisamos de saber!
    basta escutá-lo e conhecê-lo! e isso, é com cada um! mulheres e homens.

    parabéns mais uma vez!
    força!

    ResponderEliminar
  5. pois que há gente louca para tudo na vida, há!
    o que te digo Pedro, é que homens e mulheres devem ser felizes com o corpo-templo que têm!
    conhecer e escutar o seu corpo é fundamental. tanto, quanto limpar a cabeça de pensamentos repetitivos e ilusórios. não conheço melhor dieta que esta!

    keep writting!

    ResponderEliminar
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  7. Aproveito para agradecer a correção à leitora anónima mais atenta :P

    era sim a Manuela Bravo e não a Dora que ficou famosa por ter ficado em último lugar (ou nos últimos já não sei bem..) no festival da canção da eurovisão com o paupérrimo "não sejas mau para mim".

    Está corrigido :)

    Obrigado a todas pelo carinho que têm dispensado ao blog :)

    ResponderEliminar
  8. Pois é!
    acredita que em prol da época balnear se cometem muitas loucuras, e eu, vejo muitas...sendo a minha profissão relacionada com ginásios, é vê-las e vê-los a querer derreter num dia o que ganharam em meses...ufa!!
    treinos envoltos em pelicula aderente, cintas claustrofóbicas à cintura, termogénicos que destroiem mais depressa o cerebro do que as células gordas,...mas enfim!!
    Na minha opinião no meio disto tudo é que devemos variar, não são precisas dietas, mas sim escolhas saudáveis na dose certa, o ser humano é um "bicho" de hábitos e assim como os maus hábitos se adquirem também se podem adquirir os bons só temos de querer.

    VIVA A VARIEDADE, E OS ORGASMOS!

    GOSTEI MUITO DESTE TEXTO!

    ResponderEliminar
  9. Praia, praia, praia... o problema é quando estão cheias de gente que também odeio, mas tive a sorte de estar a semana passada numa dessas praias quase desertas, com água a 27º, nas caraibas...
    Estiveste a informar-te, muito lindo e grandes verdades que acabaste de escrever... Com a chegada do verão as pessoas cometem o disparate de fazer uma dieta mal organizada. Uma verdadeira e saudável dieta necessita de todos os nutrientes, lipidos, protidos, glicidos, aminoácidos, vitaminas, muita água e exercicio físico, para transformar a gordura em músculo.
    É por isso que não faço dieta... claro que tenho o meu cuidado, mas quem gostar de mim tem de gostar como sou...lol

    Também odeio as pessoas que acordam com mau humor, eu acordo sempre bem disposta e com as pilhas recarregadas looool

    Beijossssssssssssssss

    Vanessa

    ResponderEliminar
  10. Tem piada que a 1ª msg deste mês seja sobre dietas, pq foi assim mesmo que comecei, n de dieta, mas frustrada pelo meu esforço neste ultimo ano ter começado andar para trás sem razao aparente!!

    pois é, ginásio e alimentação correcta, fez-me perder uns saborosos 10 kg :D Yupiii para mim!!
    Continuando o meu esquema, qual o meu espanto: tou a engordar e no inicio da epoca balnear...Ninguem merece, pensei eu.

    Agora a ligação k tu fazes comer vs orgasmos, bem nao sei como havemos de comer, ficar enormes e ainda arranjarmos kem nos proporcione orgasmos. Nah, nope, nao consigo ver.

    Ainda nao tou enorme (sim, ainda) e ainda tenho orgasmos (sim, ainda) por isso nao está tudo perdido. E apesar dos 10kg, segunda akelas tabelinhas horrorosas ainda tenho uma dura batalha pela frente.

    ResponderEliminar
  11. E eu praqui a pensar que aprendia umas coisas a ver o dr House...
    Sinceramente nunca me ralei com pesos nem celulites.Ate podem pensar que falo assim nao por nao ser gaga,mas por eventualmente ter um fisico mais ou menos digno de bikini.Talvez...E se nao tivesse?Da minha parte,eu digo,detesto prototipos da sociedade.Nao sou escrava de ninguem.Muito menos do meu corpo!!Tragam la a banha,que eu continuo a ter umas piadas giras!
    Gostei bastante deste post.

    ResponderEliminar
  12. A leitora anónima sabe quem é a Manuela Bravo, porque, ainda hoje, noite de Eurofestival, é noite santa! Isto é o meu lado bimbo a manifestar-se, mas também de bimbos e tolos, todos temos um pouco!!!:))
    Só mais uma achega para este post: já pensaram que muitos fazem dieta não porque se ache gordo, mas porque os outros os acham?? Mesmo que seja de modo inconsciente, na grande maioria das vezes, é isso que nos move no caminho da dieta...
    Ass:mulhercomcão

    ResponderEliminar
  13. Adoro Mac's, perco-me por um belo cozido á portuguesa, venha o gelado e as cervejas geladas.
    O meu pecado mortal de eleição é a gula.
    O fisico...lingrinhas, 1,70 ... 53Kg.
    Exercicio?
    Zapping conta?
    A dieta?
    Ser ruim.
    A mãe diz que não engordo por causa da ruindade e mãe sabe destas coisas.
    Anda tudo doido por perder uns quilos e eu aqui a tentar engordar.
    Não é justo!

    Já agora...parabéns a mim que em 1 ano consegui engordar 3 kilos.

    ResponderEliminar
  14. Oh Deia,
    Eu como mulher do Norte q sou e estou sempre pronta a ajudar o proximo (neste caso a proxima) eu dou-te com grande alegria os meus kilinhos a mais. é k assim de repente, nao me servem pa nada!!! lol
    E ficavamos as duas felizes...

    ResponderEliminar