terça-feira, 9 de junho de 2009

Desculpa, foi tudo um equívoco.


Atenção: Qualquer semelhança com a realidade pode ou não ser mera coincidência.

Numa esplanada em Lisboa.

Rita: Olhem! A Marta está a chegar..

Joana: Ai possas o que será que se passou? Esta situação dela com o João... Ohpa os homens são uns cabrões!

Maria: Oh querida o que aconteceu com a Marta acontece com qualquer mulher mais tarde ou mais cedo. A diferença é que aconteceu à Marta, a nossa amiga.

Joana: Está bem, mas o João com uma miuda que ele conheceu no ginásio?

Maria: Deve estar com uma crise de meia-idade, o parvallhão. A seguir vai comprar um descapotável, aposto connvosco.

Rita: Acho que a ordinária tem 26 ou 27 anos.

Joana: Também não é assim tão mais nova que nós.

Maria: Jô, querida, tu vais fazer 37 daqui a 1 mês...

Joana: Pshiuuuu! Isso não é para dizer! E não falta 1 mês, faltam 34 dias!

Rita: E o tipo ainda teve o descaramento de dizer que está arrependido!

Joana: Mas ele terminou tudo com a outra fulana?

Rita: Não sei, acho que sim. Mas disse à Marta que ela não tinha significado nada para ele e queria voltar.

Maria: Mas ele pensa que o casamento é um jogo de Basketball? Aqui não há descontos de tempo!

Rita: O pior é que ela ainda gosta dele.

Joana: Quem! A oferecida do ginásio?

Rita: Não! A Marta!

Maria: Temos que chamá-la à razão amigas.

Rita: Ai! Ela vem aí! E agora o que fazemos?!

Joana: Fala tu com ela Maria.

Maria: Eu?! Porquê eu? Não, quem tem de falar com ela é a Rita!

Rita: Eu não vou dizer nada.

Joana: Mas tu és a madrinha de casamento dela!

Rita: Fui. Ela separou-se, agora já não conta.

Maria: Olhem, o melhor é não dizermos nada. Esperamos que ela puxe o assunto.

Rita: Concordo. Não dizemos nada então!

Joana: Também não há mais nenhum assunto para puxar! Corremos o risco de começar a falar do tempo!
...
Marta: Olá queridas!

Rita, Joana, e Maria: “Olá lindaaa!”

Joana: Senta-te aqui vá..

Maria: Então queridaaa?

Marta: Então...

Rita: Como é que tu estás?

Marta: Estou bem...

(silêncio)

Joana: Ai que horror este tempo, vocês já viram isto? Em pleno Junho?!

Maria: Péssimo!

Rita: Ho-rrível!

Joana: Ainda por cima com estes dois feriados a meio da semana!

Marta: Bom, vocês querem saber como correu a conversa com o João não é?

Rita, Joana e Maria: “Simmmm!”

Marta: Bem, ele acabou tudo com a outra fulana.

Rita, Joana e Maria: “Humm...”

Marta: Colocou-a fora de casa e mudou de ginásio.

Rita, Joana e Maria: “Hummmmm...”

Marta: E pediu-me de joelhos que o aceitasse de volta.

Rita, Joana e Maria: “E tuuu?!”

Marta: Não sei... Eu ainda gosto muito dele. Não sei o que fazer.

Rita: Então e o Tiago?

Marta: O Tiago é uma pessoa muito especial. Deu-me espaço para decidir e disse para não ficar com dúvidas, e tentar ser feliz.

Rita e Joana: “Ai que lindoo!”

Maria: Olha se por acaso voltares para o teu ex-marido dás-me o número do Tiago?

Rita e Joana: “Mariaaa?!!”

Maria: A sério linda, já decidiste o que vais fazer?

Marta: Não quero este “e se” na minha cabeça o resto da vida. Acho que vou perdoar o João.

(silêncio)

Marta: Não posso ficar com a dúvida percebem? Eu ainda o amo! E se ele estiver mesmo arrependido?

Maria: E se ele não estiver?

Rita e Joana: “Mariaaa?!!”

Maria: Pronto. Eu não digo mais nada.

Marta: A Maria tem razão. Olha, que se lixe, pelo menos não fico a pensar se ainda podia dar ou não.

Joana: Então vais mesmo afastar-te do Tiago?

Marta: Já falei com ele.

Joana: E ele?

Marta: Disse que entendia, que queria o melhor para mim, e disse-me para não ter medo de ser feliz.

Rita e Joana: “Ai que lindoo!”

- entretanto Maria começa a percorrer a lista telefónica no telemóvel da Marta

Maria: Tiago.. Tiago..

Joana: Oh querida mas o Tiago é um doce e estava a fazer-te tão bem..

Marta: Pois, eu sei. Mas eu nunca escondi que ainda amava o João.

Joana: Tadinho.. A última namorada acabou com ele aos beijos a dizer que era a pessoa mais especial que tinha conhecido, e agora isto contigo.

(silêncio)

Rita: Mas porque é que os homens fazem sempre isto?

Marta: O João disse que estava confuso..

Maria: É o complexo da vaca velha e da vaca nova. A vadia do ginásio é uma vaca nova.

Rita: Bem, acertaste na parte da vaca.

Maria: Mais tarde ou mais cedo vão todos à procura do sítio onde a erva é mais verde.

Joana: Mas depois voltam!

Maria: Afinal a erva não era assim tão verde. Já esta muito mastigada...

- neste instante o telemóvel da Marta começa a vibrar.

Marta: É o João. Eu disse que dava uma resposta hoje.

Rita: Não atendas já. Deixa-o sofrer.

Maria: Se fosse ao contrário achas que ele te perdoava linda?

Marta: Não sei. Talvez não.

- o telemóvel da Marta continua a vibrar em cima da mesa.

Maria: É isto que eu não suporto nos homens. Não têm a mesma capacidade de perdoar, depois obrigam-nos a mentir!

Rita escandalizada: Tu mentiste ao Gonçalo enquanto estiveste casada?

Maria: Darling.. Wake up..

Rita: A sério Maria?! Ohpa eu não era capaz!

Maria: Querida estão a apitar, acho que deixaste a tua nave espacial estacionada em 2ª fila.

- do outro lado da linha João insistia com a chamada.

Marta: Bem, ele não vai desligar.

Maria: Há uma palavra para isso, chama-se desespero.

Marta: Esperem eu vou atender. Não façam barulho...

- Rita, Joana e Maria chegam-se o mais possível ao telemóvel da Marta.

Marta: Sim? Olá João (...) Não, ainda não pensei no que disseste, tenho andado ocupada.

Joana: (Boaaa!)

Maria e Rita: (Psssht!!)

Marta: A sério João, ainda não pensei na nossa conversa. Tenho outras prioridades agora.

Joana: (Ai que máximoo!)

Rita: (Pergunta-lhe se ele perdoava se fosse ao contrário!)

Marta: Se fosse ao contrário? Tu perdoavas? (...) Humm (...) Ok, logo falamos. Liga-me depois do jantar então (...) Até logo.

Rita: Então o que é que ele disse?

Marta: Ele disse que não sabe. Talvez, mas só passando por isto.

Joana: A Maria tem razão, eles não têm a mesma capacidade de perdoar.

Marta: Eu acho que eles não têm é a mesma capacidade de amar, isso sim.

7 comentários:

  1. Não ha coincidências... *****-te
    M

    ResponderEliminar
  2. PERDOAR-ESQUECER-CONFIAR

    Perdoar não é para todos.
    Nem sempre o PERDOAR vem acompanhado do ESQUECER e do voltar a CONFIAR.
    Felizmente nunca fuí traída a nível de relação homem/mulher e como tal não sei dizer como iria reagir.
    Mas já fui traída a nível de amizades e confesso que não foi fácil PERDOAR, e passados 2 anos posso afirmar de todo o coração que perdoei mas infelizmente ainda não tive a capacidade de voltar a CONFIAR.
    O ESQUECER também levou algum tempo.
    Tenho fé que algum dia volte a confiar :)

    CÉLIA N
    Bj

    ResponderEliminar
  3. Bom de ler...

    Como diz alguém "A todas as mulheres que amam e sabem esperar. A todos os homens que querem mas não as sabem guardar."

    ResponderEliminar
  4. Perdoar...ser perdoado...uma questão complicada...mas penso que talvez a mulher perdoe com mais facilidade que o homem!

    Beijinho e boa semana!

    ResponderEliminar
  5. Vem ver no nosso Blogue, a entrevista com a Alexandra do Bazar do Ronrons, e sabe a realidade dos gatos em Lisboa.
    http://esterilizacao-o.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  6. Jesus!!!!!

    Nao vou comentar, pk é dakeles temas k me dá nos nervos lol

    Beijinho do Norte, carago

    ResponderEliminar
  7. Traição + Perdão = LOUCURA

    Infelizmente já passei por esta situação. A minha relação acabou na altura em que descobri e sei que foi o melhor que aconteceu senão acredito que ficaria louca! Não aredito que algum dia voltemos a confiar nessa pessoa que estava ao nosso lado. Esse homem (no meu caso) perfeito, foi capaz de uma atrocidade destas!? A desconfiança seria uma constante. Um atraso, um telefonema invulgar, uma discussão... tudo seriam motivos para que, na cabeça de alguém traído, tudo estivesse a acontecer de novo.
    Sei que na maior parte destas situações o amor fala mais alto mas temos que ser egoístas ao ponto de pensar apenas no nosso bem estar, e nem sempe o nosso bem estar é ao lado da pessoa que acreditamos amar.
    Sempre ouvi dizer que quem faz uma vez... faz duas ou três. E como me disse o meu "namorado perfeito" só custa a 1ª vez!

    É esta a realidade mas tudo se ultrapassa, basta querer ser feliz :-)

    Ass: Anónima sonhadora

    ResponderEliminar